Moradores elogiam rapidez na obra da nova avenida no Jd. Santa Clara

Moradores elogiam rapidez na obra da nova avenida no Jd. Santa Clara

Moradores elogiam rapidez na obra da nova avenida no Jd. Santa Clara

Quem passa com frequência pela região do Jardim Santa Clara, onde a Prefeitura abre uma nova avenida que atravessará a Emancipação, sentido Jd. Novo Ângulo, percebe o avanço diário da obra. Quatro meses após a ordem de serviço para a intervenção, que acontece no terreno ao lado da Loja Havan, a nova avenida já está completamente demarcada. Nesta semana, o trecho recebe ajustes para a colocação da base do asfalto, ação que deve acontecer nos próximos dias. A agilidade na execução dos serviços é elogiada pela população.

O eletricista automotivo Rafael Chiqueto Lopes, de 24 anos, mora no Jardim Santa Clara do Lago II, confessa que ficou surpreso quando viu a obra, nesta sexta-feira (01/11). “É um serviço que está rápido. Já tem a avenida quase pronta”, destacou. Lopes ressaltou que a obra será importante para acabar com os congestionamentos que se formam, principalmente em horário de pico, na avenida da Emancipação.

Já a vendedora Célia Maria da Silva, de 56 anos, vê a obra avançar diariamente. Ela tem uma barraca de ovos na rua Ida Amádio, no Jardim Santa Clara do Lago, conhecida como rua da feira, um dos acessos à nova avenida. “Está ficando ótimo este trecho. As obras estão rápidas demais. De um dia para o outro, a gente percebe a diferença”, enfatiza.

Nesta semana, além do preparo da rua para receber a base do asfalto, a obra avança na concretagem de calçadas e na implantação de guias e sarjetas. Além disso, uma rotatória foi criada para facilitar o acesso à nova avenida.

A nova avenida tem 320 metros, desde a rua Osvaldo Ribeiro Carrilho, no Jd. Santa Clara do Lago I, até a avenida da Emancipação, no cruzamento entre a loja Havan e o Hospital Municipal. O dispositivo fará ligação viária da nova avenida com a rua Ida Amádio (rua da feira), rua Pedro Pereira dos Santos (Clínica Madesa) e rua Osvaldo Ribeiro Carrilho (Hospital Municipal). A obra, realizada com recursos provenientes de convênio com o Governo Federal, faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento).

A nova avenida contará com quatro faixas (duas de cada sentido), canteiro central gramado, calçada para pedestres em ambos os lados e ciclovia em uma das laterais, além de sistema de drenagem de águas pluviais, rampas de acessibilidade e sinalização de trânsito.

Ao cruzar a avenida da Emancipação, a via se estenderá sentido Estrada do Panaíno, que fica nas proximidades do bairro Green Park, em frente ao Centro de Especialidades Médicas. A ação complementa a duplicação da Estrada do Panaíno, obra que também está em andamento.

A partir deste ponto, a Estrada do Panaíno segue em acesso de terra, com passagem sob linha férrea e sobreposição de córrego. Com as obras de duplicação em andamento neste outro trecho, 2,267 quilômetros desta estrada serão alargados e asfaltados até a rua Osvaldo de Souza, no Jd. Novo Ângulo, passando pela rua Damião Antônio da Silva, próximo do traçado do Corredor Metropolitano Noroeste. O trajeto terá ciclofaixa, paisagismo, calçada para pedestres e iluminação de LED. Além disso, será construída uma ponte para travessia sobre o córrego. A obra de prolongamento, realizada com recursos financiados pelo Banco CAF, deve ser finalizada no primeiro semestre do ano que vem, mesmo prazo para conclusão da nova via no Jd. Santa Clara.

A ligação viária desde a região do Jd. Santa Clara até o Jd. Novo Ângulo facilitará o acesso dos motoristas ao Corredor Metropolitano, de onde será possível seguir para Campinas quando todo o traçado da via expressa de ônibus estiver concluído. O viário também é uma alternativa de novo trajeto entre as regiões da cidade. Hoje, os motoristas da região do Jd. Santa Clara precisam pegar a avenida da Emancipação para seguir em dois trajetos possíveis sentido Novo Ângulo: pela Ponte da Esperança ou pela Rodovia SP-101. A nova interligação viária desafogará o trânsito na avenida da Emancipação, principalmente nos horários de pico.

A agilidade na execução das obras é marca das intervenções do PIC, que prevê mais de 100 obras e serviços que promoverão o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. As ações do PIC são realizadas por meio de parcerias com a iniciativa privada, governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

Pedido da comunidade

A Prefeitura de Hortolândia atende ao pedido da comunidade e mantém, na rotatória implantada no acesso à nova avenida em obras no Jd. Santa Clara, um poço artesiano tradicionalmente utilizado pela população. A construção da rotatória preserva, ainda, três espécies de árvores nativas, existentes ali há mais de 70 anos: um cambuatã e dois amendoins bravos.

  • Havan
  • PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento)